ENGENHARIA CIVIL

 

BIANCA CHRISFOLI FREITAS QUEIROZ

Apresentação

O curso de Engenharia Civil da Faculdade de Iporá – FAI forma profissionais capacitados para atuar na elaboração de estudos, na gestão, nos projetos, nas análises, nas avaliações, nas vistorias, nas perícias e nos pareceres técnicos, na execução e na fiscalização de obras e de serviços técnicos, na consultoria, no planejamento e na assessoria técnica, tornando o profissional apto para a inserção em setores profissionais e participação no desenvolvimento da sociedade. Com o principal compromisso desenvolver competências e habilidades, traçadas pela Resolução CNE/CES n° 11/03/2002.

Esses profissionais terão um perfil de formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, capazes de absorver e desenvolver novas tecnologias, motivando a criatividade, visando à competência na resolução de problemas do campo profissional, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais na construção civil de forma visão ética, em atendimento às necessidades da sociedade.

A essência da Engenharia é a busca constante por soluções de problemas e aproveitamento de oportunidades, conjugando fundamentos científicos e recursos avançados, atendendo requisitos de segurança, durabilidade, funcionalidade, estética, agilidade e, principalmente, restrições orçamentárias. Assim, a atuação do engenheiro civil é bem diversificada, trabalhando com edifícios, pontes, galpões, estradas, viadutos, aeroportos, linhas de transmissão, barragens, coberturas, estações de tratamento (água e esgoto), sistemas de drenagem, túneis, bueiros, instalações, torres de telefonia, dentre outros. Como revela o órgão de fiscalização do exercício profissional das diferentes modalidades de Engenharia, o Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia – CONFEA, que define as seguintes atividades profissionais descritas na Resolução No 1.010/2005

– CONFEA:

– Gestão, supervisão, coordenação e orientação técnica; – Coleta de dados, estudo, planejamento, projeto e especificação;

– Estudo de viabilidade técnico-econômica e ambiental;

– Assistência, assessoria e consultoria;

– Direção de obra ou serviço técnico;

– Vistoria, perícia, avaliação, monitoramento, laudo, parecer técnico, auditoria, arbitragem;

– Desempenho de cargo ou função técnica;

– Treinamento, ensino, pesquisa, desenvolvimento, análise, experimentação, ensaio, divulgação técnica, extensão;

– Elaboração de orçamento;

– Padronização do controle de qualidade;

– Fiscalização de obra ou serviço técnico;

– Produção técnica e especializada;

– Condução de serviço técnico;

– Condução de equipe de instalação, montagem, operação, reparo ou manutenção; – Execução de instalação, montagem, operação, reparo ou manutenção;

– Operação, manutenção de equipamento ou instalação; e execução de desenho técnico.

Tipo:
Graduação – Bacharelado

Modalidade:
Presencial

Duração:
10 semestres